29A cria novos vírus

Telemóveis e Windows são as «vítimas».

Este grupo, constituído na maioria por espanhóis, alguns deles profissionais do sector de anti-vírus, dedica-se à investigação nesta área, criando códigos «maliciosos» para apurar até onde se pode ir neste domínio.

O 29A é internacionalmente conhecido por muitos dos seus vírus, como o Cap e o Donut. E, nos últimos tempos, tem sido falado devido à criação de novos vírus.

Um dos recentes é o Cabir, que se propaga através do Bluetooth e infecta telemóveis equipados com o sistema operativo Symbian, entre os quais vários modelos da Nokia, Ericsson, Motorola, Panasonic, Sendo e Siemens.

O Rugrat é outra das últimas criações do 29A. Trata-se de um vírus que pretende demonstrar a vulnerabilidade do novo Windows para 64 bits.