Skip to main content

95% dos jovens têm telemóvel

Números de estudo a nível europeu.

O estudo contemplou 7.400 jovens com idades entre os 12 e os 18 anos, da Bélgica, Dinamarca, Estónia, França, Grécia, Itália, Polónia, Portugal e Reino Unido, variando a taxa entre o máximo de 98% em Itália e o mínimo de 87% em França.

«É evidente que, para eles, [o telemóvel] é de uma importância vital e que teriam muita dificuldade em viver sem ele», considera o consórcio Mediappro, que realizou o estudo.

Exceptuando a Estónia, cujos jovens fazem mais chamadas do que enviam SMS, os jovens europeus enviam com maior frequência SMS (79%) do que fazem chamadas (65%).

A razão parece ser principalmente financeira pois, segundo afirmaram 72% dos jovens, «é claramente mais barato» enviar uma mensagem.