ADSL chega à província

O acesso à internet a velocidades supersónicas já ultrapassou os muros do Porto e Lisboa.

A Telepac, empresa da PTM.com, está encarregue de implementar o sistema de internet a alta velocidade em todo o país. A revolução conseguida por este tipo de tecnologia, denominada ADSL, permite transformar uma simples linha de telefone analógica numa autêntica autoestrada de seis vias para cada lado. Se com um modem, os cibernautas navegavam e com RDIS voavam, então com ADSL chegou a teledeportação à internet.

O Netfast, denominação do produto, está disponível em três opções, divididas por diferentes velocidades: 256, 768 e 1024Kbps. Mais, permite efectuar transferência de ficheiros sem utilizar a linha telefónica, o que aumenta o grau de fiabilidade e segurança no transporte de dados via internet.

Mas o grande motivo de satisfação é este tipo de tecnologia de ponta, em telecomunicações, estar já disponível numa área mais alargada do território nacional, sem estar restrito a Lisboa e Porto. Até na internet é preciso descentralizar para fazer evoluir. Quem sabe se o conceito de “interioralidade” não deixará de existir por causa da internet?