Alcatel 501 – Tem tudo de um Grande

Para os que gostam de qualidade, e não seguem o rebanho.

Com 103g, este telefone é leve o suficiente para não lhe pesar nos bolsos, contudo é suficientemente pesado para não lhe deixar a sensação que tem nas mãos um brinquedo de plástico, embora nesta versão beta que testámos, o ranger do plástico na zona da bateria nos tenha deixado uma sensação de fragilidade. Mas as versões beta não são definitivas.  Podem sempre, e devem, ser melhoradas.

Como todos os bons telefones, o OT-501, mais concretamente a sua bateria de polímeros de lítio permite até 4 horas e 30 minutos de conversação,Clique aqui para os detalhes e 280 horas em stand-by.

Os jovens em idade e de espírito poderão não se apaixonar por este terminal já que jogos, imagens para incluír nos SMS e compositor de melodias, nem vê-los. No entanto, não é de descurar o facto que o 501 incluí 32 melodias interessantes, com a opção de vibração.

Apenas com um toque

O interface do telefone foi desenhado para lhe permitir o acesso rápida às suas diversas funções, daí o nome One Touch. Cinco teclas de navegação One Touch dão-lhe acesso directo à sua agenda telefónica, registo de chamadas, mensagens de voz, entre outros. A DriveKey, um pequeno joystick no centro do telefone, também lhe permitirá o rápido acesso às diversas funções. De notar que é muito mais preciso do que o instável e impreciso joystick do One Touch 301. Navegar através das diversas funções do menu de ícones é intuitivo, sem nunca ter de gritar por socorro. E se houver alguma dúvida, resta-nos sempre o manual.

Organize-se!

Para além do organizer e funções de calendarização, pequenos toques permitir-lhe-ão organizar a informação que as pessoas cada vez mais tendem a introduzir, hoje em dia, no seu telemóvel. Pode criar inúmeras directorias personalizadas para dar algum sentido à lista de nomes e números da lista telefónica. Esta opção abrevia e acelera a busca, por exemplo, a um encontro numa sexta-feira evitando os números de telefone ligados ao seu trabalho. Os grupos personalizados de SMS ajudam-lhe a enviar rapidamente uma mensagem para várias pessoas para marcar um jantar.

Pode criar 15 directorias diferentes e guardar até 300 contactos no seu telemóvel. Cada contacto pode ser associado a sete números de telefone, dois endereços de e-mail e outras informações, como sejam endereços.

Coisas interessantes

O sistema de introdução de texto, semelhante ao T9 da AOL, mas desenvolvido pela Alcatel, para além de lhe sugerir possíveis palavras, também fornece a finalização das mensagens. Outra característica interessante é o facto de, através do premir de uma tecla, ser-lhe disponibilizado no fundo do ecrã todos os caracteres disponíveis.

Tal como na maioria dos Alcatel, o OT-501 dispõe do sistema de alta-voz, que lhe permite, para além de falar enquanto conduz, desempenhar outras tarefas enquanto fala. De ressalvar que mesmo em ambientes ruidosos, à distância de um braço, a qualidade de som se mantém praticamente inalterada.

Para usar o sistema de marcação por voz (pode guardar até 10 números), apenas tem que premir o botão situado na parte lateral do telemóvel, dizer o nome da pessoa, e ele começa a marcar.

Para além da habitual calculadora, o 501 dispõe igualmente de um conversor de moeda e uma lista de afazeres (pode guardar até 300 eventos).

Este modelo possui ainda capacidades de data/fax a 14.4 kbps. Se utilizar o kit Data/Synchro PC, poderá eventualmente sincronizar a sua directoria de contactos e a lista de afazeres com o Microsoft Outlook ou o Lotus Organizer. Se todos estas funções não lhe chegarem, a Alcatel também equipou o 501 com WAP. A instalação é uma lufada de ar fresco, com o guia rápido que acompanha o telemóvel. A navegação em WAP é feito num ecrã capaz de suportar oito linhas de texto e 20 caracteres.

Que bem que soa

A clareza e a qualidade de voz é notável. A qualidade de recepção é igualmente boa. Não se registou qualquer perda de sinal durante o periodo em que testámos o terminal, e pode esperar o máximo de rede em quase todos os lugares, excepto Metro ou elevadores.

Um caso sério (Conclusão)

No cômputo geral, o OT – 501 conseguiu, na nossa opinião, impressionar e ser uma alternativa num mercado saturado por telefones Nokia e Ericsson. A avaliar pelas muitos “funções sérias”, o Alcatel OT – 501 é provavelmente um dos mais indicados para a prol de executivos atarefados.