Alcatel 511: peninha TT

Leve como uma pena e pequeno como um comando de garagem, o Alcatel One Touch 511 é um sucesso do mercado.

O irmão mais velho, o OT 311, já tinha dado indicações de que algo de extraordinário poderia estar nas forjas francesas. O pequeno Elfo, como o Telemoveis.com lhe chamou, não se limitou a criar expectativas nos amantes da Alcatel: conseguiu, por certo superá-las com um modelo bem mais sofisticado, não só em termos de software como de estética e design , embora estes últimos argumentos sejam sempre demasiado subjectivos para serem retratados numa crítica.

Aliás, é a própria marca que afirma que a concepção do 511 é para não criar qualquer compromisso com design e características, e até tem a sua razão. A ausência de antena e um painel exterior extremamente discreto fazem desta "peninha" de apenas 71 gramas um telemóvel atraente e que consegue cativar pelo tacto. Sim, porque às vezes são as coisas mais simples que nos chamam a atenção! Mas apesar de ser um dos pesos-pluma do mercado, não se pode pôr em causa a resistência do material. Neste capítulo, um pequeno senão: o encaixe da tampa da bateria não é dos mais funcionais e pode dar-se o caso de poder levantar a dobra superior do encaixe. No entanto, é tudo uma questão de cuidado.

Em relação ao software , a navegação pelos menus de acesso faz-se de forma simples, embora os caminhos possam não ser os mais fáceis. Mas é o tempo de utilização que nos faz ambientar ao modelo e, sem que se consiga reparar, a familiarização com as aplicações dá-se num curto espaço de tempo. Já consegue dividir os contactos em três grupos distintos e associa três números ao mesmo registo.

Apesar do seu tamanho reduzido (97x42x20mm), o ecrã surge com uma surpreendente capacidade de seis linhas de texto e com uma resolução de 96×65 pixels: só assim se conseguia tirar partido das imagens animadas e dos próprios background disponibilizados, quer no telefone quer na internet. Aliás, a Alcatel permite ainda, através da descarga na internet, colocar novas imagens e novos toques no telemóvel para uma personalização ao mais alto nível!

Mas é nas capacidades de voz que este modelo vem bater aos pontos a concorrência. Para além de um fantástico sistema de mãos-livres, a Alcatel conseguiu ainda fazer com que o OT 511 tivesse capacidade de armazenar 20 mensagem de voz até 3 minutos e ligação a 50 números por voice dialling . Para uma peninha todo-o-terreno, não se podia exigir mais.

Não há dúvida que o mercado de telemóveis GSM está repleto de soluções e as marcas de renome têm tirado grande vantagem disso mesmo. Mas estas lufadas de ar fresco são sempre bem-vindas!