Ameaça de vírus mortal no telemóvel

Pânico tomou conta do Paquistão.

O rumor foi tão eficiente que algumas mesquitas da maior cidade do país, Karachi, fizeram anúncios de que havia pessoas a morrer e que a população deveria estar atenta à fúria divina.

Os autores da brincadeira avisavam que um vírus mortal transmitido por telemóveis já tinha morto 20 pessoas.

Os operadores lançaram um comunicado conjunto para informar os mais de 52 milhões de utilizadores de telemóvel do país de que se tratava de rumores «completamente infundados» que «não fazem qualquer sentido em termos tecnológicos».