Anacom aprovou prefixo 92

Operadores móveis e virtuais.

A Anacom refere que a TMN pediu para ter acesso a novos blocos de 10 mil números para o serviço móvel, por ter já uma taxa de ocupação em clientes activos superior a 60% dos 10 milhões de números começados pelo prefixo 96.

O regulador das comunicações adianta, no entanto, que a gama 92 ficará disponível para todos os operadores móveis existentes e para operadores móveis virtuais (MNVO).

A porta-voz da Anacom esclareceu, contudo, que actualmente a TMN é o único dos três operadores móveis que poderá usar blocos de números da gama 92, por ser a empresa que já excedeu os 60% dos números disponíveis atribuídos a clientes activos.

A mesma fonte disse à Lusa ser «uma questão mais ou menos consensual que os números [começados por 92] serão nesta fase preferencialmente atribuídos» a cartões utilizados em placas de dados.