Angolanos têm novos números

Telefonia móvel alterada por causa do aumento de utilizadores.

Os números dos telemóveis em Angola foram alterados a partir da meia-noite, devido à entrada em vigor de um novo sistema de numeração que pretende dar resposta ao elevado crescimento do mercado de telefones móveis.

O novo sistema implica que todos os números de telefone móvel passem a ter nove dígitos, que devem ser sempre marcados, independentemente de se estar a falar dentro da mesma rede ou para um operador diferente.

Até hoje, para se ligar para um número da mesma rede bastava digitar o número de telefone pretendido, enquanto para ligar para um telefone de uma rede diferente era necessário marcar o número zero e o indicativo do operador 91 (Movicel) ou 92 (Unitel), seguido do número de telefone. Com a entrada do novo sistema de numeração, deixa de ser necessário marcar o zero, passando todos os números a ter nove dígitos, que devem ser sempre marcados.

Assim, os telemóveis da estatal Movicel passam a incluir o indicativo 912, seguido dos seis dígitos do número do telefone, enquanto os da privada Unitel começam pelo indicativo 923, seguido do número do telefone.

No caso das ligações do estrangeiro para um telemóvel em Angola, torna-se necessário marcar o código do país (244), o código do serviço móvel (9), o código do operador (91 ou 92), o número adicional (2 ou 3) e o número do telefone.

O número de telemóveis aumentou em Angola de cerca de 20 mil em 2000, ano em que foi lançado o serviço de telefonia móvel, para cerca de 700 mil no final de 2004.

O novo Plano Nacional de Numeração abrange, nesta fase, apenas os telefones móveis, mas está prevista uma alteração na numeração da rede fixa para finais de Maio.