Apeera, o Napster dos telemóveis

Empresa francesa promete sistema de troca de ficheiros nas redes sem fios.

A tecnologia da Apeera, anunciada como compatível com os sistemas operativos Epoc, PocketPC, Palm e a plataforma java J2ME , confere a cada utilizador uma chave digital de acesso ao repositório dos seus ficheiros partilhados na rede. Os utilizadores são livres de trocar as «chaves» entre si, dando-se acesso aos respectivos ficheiros. Ao contrário da anarquia que originalmente reinou no Napster, a Apeera garante que no caso do seu sistema a questão do copyright não se coloca. Antes pelo contrário, ele assegura que os operadores e provedores de serviços manterão controlo total sobre a distribuição de serviços ao mesmo tempo que facilita a sua divulgação. A informação, aplicações e conteúdos estão todos centralizados num único local (a rede) sendo, mediante o cartão SIM, controlados através de um serviço de subscrição. A ideia parece boa. Porém, colocando de facto o exercício do controlo da distribuição nas mãos do operador o sistema aparenta ser uma ferramenta mais útil a este, que vê a «palavra ser passada» de boca para boca relativamente aos seus serviços do que propriamente aos utilizadores que, quanto muito, podem eventualmente beneficiar de alguns descontos a nível das aplicações e serviços pagos e sentir a satisfação de disponibilizar e divulgar algum do seu material pessoal. Seja como for, e porque a imaginação humana é ilimitada, aguardam-se desenvolvimentos e prováveis acções judiciais relacionadas com problemas dos direitos de autor. Os contornos da polémica estão lançados: surgirão sistemas de troca de dados protegidos nas redes sem fios que os operadores e produtores tentarão controlar. O problema será ainda mais complexo dada a dotação por parte dos novos terminais de tecnologia bluetooth capaz de assegurar, em proximidade, apenas com os meios do telefone, uma transferência rápida e indolor de dados entre telefones. http://www.apeera.com