Apreendidas 300 toneladas de telemóveis

Rede de contrabando desmantelada na Rússia.

Segundo a imprensa russa, o material apreendido corresponde a perto de um milhão de telemóveis. Não foram indicadas marcas nem modelos mas tudo leva a crer tratar-se essencialmente de terminais Siemens e Nokia.

Além dos telemóveis, uma unidade policial especializada em crimes relacionados com alta tecnologia e Internet apreendeu também outros produtos e acessórios para computador, que tinham sido desembarcados no aeroporto moscovita de Cheremetevo.

Acompanhado de documentação falsa, o equipamento contornava a alfândega e destinava-se a ser vendido aos grandes distribuidores. Os responsáveis pela importação ilegal estavam também munidos de passaportes roubados.

Devido a este tipo de crime, o Estado russo perde mensalmente cerca de 90 milhões de dólares em impostos. Os telemóveis eram documentados como se se tratasse de bolas de pingue-pongue e produtos de canalização. Nalguns casos, terminais topo-de-gama passavam na alfândega como sendo de gama de entrada.