Baterias dão prejuízo à Sanyo

Recall custa 17 milhões de dólares.

A Sanyo Electric anunciou que vai sofrer perdas de 17 milhões de dólares no resultado do ano fiscal passado, para cobrir parte dos custos relacionados com a recolha de baterias defeituosas.

A NTT DoCoMo, principal operador móvel do Japão, anunciou em Dezembro um recall de 1,3 milhões de baterias feitas por uma subsidiária da Sanyo, porque elas poderiam sobreaquecer e partir-se.

A companhia é a maior fabricante do mundo de baterias para telemóveis.

A Sanyo informou que não tem planos para rever as estimativas de lucro para o ano fiscal terminado a 31 de Março.