BenQ-Siemens lança nova marca

Expositor tem agora as três marcas distintas.

O desportista radical Freddy Kuhlmann, de 34 anos, lançou-se do alto dos céus de Berlim para revelar, pela primeira vez, a nova marca BenQ-Siemens, resultante da parceria entre a antiga unidade de telemóveis da Siemens e o grupo de electrónica de consumo BenQ, sedeado no Taiwan.

A ocasião ficou também marcada pela apresentação dos três primeiros modelos da nova marca, que já pode conhecer ao pormenor no nosso expositor: o BenQ-Siemens S68, o BenQ-Siemens S88 e o BenQ-Siemens EF81.

Refira-se que o nosso expositor passa agora a contar com áreas distintas para os equipamentos Siemens, BenQ e BenQ-Siemens.

Os novos terminais têm um design elegante e acabamentos premium metalizados, mas é o EF81, em particular, o indicador do que será a futura rota da BenQ-Siemens: miniaturização da tecnologia UMTS de alta velocidade num design ultra fino em forma de concha.

A marca assumiu o compromisso de que pelo menos um terço dos produtos lançados em 2006 será 3G e de que haverá uma concentração significativa em multimédia. Três em cada quatro produtos terão um leitor de música ou rádio em FM e um em cada dois terão uma câmara com pelo menos com 1.3 megapixéis.

Paralelamente, a dado que este negócio surgiu com os problemas financeiros da divisão móvel da Siemens, a nova companhia já está a ver os resultados dos seus primeiros 100 dias de operação: foi conseguida uma redução das perdas operacionais (do 3º para o 4º trimestre em 2005); os operadores reagiram positivamente à nova orientação, que se caracteriza por um maior número de produtos 3G e com funcionalidades multimédia; muitos produtos de gama-alta estão já previstos em mercados-chave.

Nova marca com nova estratégia

Em simultâneo com o lançamento dos novos telemóveis, aBenQ Mobile, a nova unidade de negócios da BenQ Corporation, apresentou também a estratégia para 2006, que passa por afirmar a sua posição na indústria dos telemóveis. A nova companhia vai centrar a sua actividade na expansão da oferta dirigida ao mercado de 3G e na utilização dos recursos multimédia da BenQ, para criar uma proposta de produtos claramente diferenciadora.

Com o objectivo de estabelecer um negócio financeiramente estável até ao final de 2006, a BenQ Mobile adoptou dois princípios-chave para fazer progredir os seus negócios: focos e simplicidade. Focos nos consumidores e proximidade de mercado, e simplicidade ao longo de todas as estruturas operativas para maximizar a eficiência.

Tendo começado a funcionar a 1 de Outubro de 2005, com sede em Munique, «a colaboração BenQ-Siemens combina o melhor da qualidade da engenharia alemã e a experiência de mais de 150 anos no sector de telecomunicações, com a experiência em lifestyle design e rapidez no acesso ao mercado da BenQ», aponta a empresa. E destaca que a parceria beneficia da experiência das respectivas companhias em R&D, design, orientação para o cliente e fabrico, e congrega as forças culturais de cada companhia sob uma «cultura de vitória».

Marca poderosa

Jerry Wang, Vice-presidente Executivo & Chief Marketing Officer da BenQ Corporation, comentou: «Juntámos com sucesso duas companhias a nível operacional, e o dia de hoje assinala o começo da próxima fase do nosso desenvolvimento – cativar, em todo o mundo, consumidores com o espírito e a energia da marca BenQ-Siemens. Acredito que temos a capacidade, os recursos e a paixão para fortalecer o mercado em 2006, especialmente no sector do 3G, e que a nossa estratégia levará ao sucesso e à sustentação do nosso negócio de telemóveis, permitindo assim a conquista de uma significativa quota de mercado».

Para apoiar o reposicionamento da companhia, a BenQ Mobile adoptou uma estratégia de marca agressiva e está empenhada em construir uma Marca poderosa e global.

Assente no tema «Keep Exploring», a BenQ-Siemens reflecte o equilíbrio de ambos os lados da companhia. O espírito da nova marca vai incitar os consumidores a partilhar a curiosidade e o entusiasmo sobre as possibilidades da tecnologia móvel.

Clemens Joos, CEO da BenQ Mobile, assume que «queremos incitar os consumidores a partilharem a nossa convicção na criatividade e capacidade da tecnologia para enriquecer a comunicação de todos os dias. A nova marca BenQ-Siemens corporiza esta atitude e durante 2006 vamos desafiar as expectativas – não só através dos produtos que lançarmos, mas também pela forma como comunicamos. Temos uma equipa largamente apaixonada e focada na direcção da nova companhia, e iremos crescer com base no capital das duas marcas existente em todo o mundo, de forma a avançarmos com confiança».