Brasil: Operadoras querem adiar leilão LTE 4G

Operadores brasileiras querem adiar o leilão da tecnologia LTE 4G. Governo brasileiro ainda não se pronunciou sobre possível adiamento.

Brasil: Operadoras querem adiar leilão LTE 4GA presidenta Dilma Rousseff afirmou recentemente que queria implementar a tecnologia LTE 4G antes do Mundial de Futebol de 2014, cujo leilão está marcado para Abril de 2012.

Luca Pagani, presidente da TIM – operadora móvel brasileira -, alega que «as redes 3G estão subaproveitadas no país e que a prioridade deveria ser um melhor aproveitamente das tecnologias existentes para facilitar o acesso à internet móvel».

O principal argumento é que o Brasil está ainda a tentar optimizar a rede 3G e que o muito dinheiro que ainda é investido na tecnologia ainda não deu retorno para as operadoras, portanto o investimento para o leilão da faixa 2.5GHz é alto demais.

A Claro, outra operadora móvel brasileira, manifestou-se contra o adiamento do leilão em nota oficial: «não existe antagonismo entre democratização do acesso à banda larga e a chegada do 4G. A questão toda é de investimento e a Claro renova a sua aposta no Brasil com investimentos e inovação».

O governo brasileiro tem o poder de decisão, sobre se adia o leilão ou não. Se as operadoras interessadas no adiamento não conseguirem convencer Dilma Rousseff, então Abril de 2012 continua como data e leilão da tecnologia LTE 4G.