Bug 2000 ataca um ano depois, na Noruega

O vírus informático do ano 2000, o Y2K, atingiu a companhia dos caminhos de ferro da Noruega um ano depois do previsto.

Oslo, 02 Jan (Lusa) – O vírus informático do ano 2000, o Y2K, atingiu a companhia dos caminhos de ferro da Noruega um ano depois do previsto. O bug foi descoberto antes de qualquer comboio da companhia entrar em funcionamento, na manhã de 31 de Dezembro. Os computadores a bordo dos comboios aparentemente não reconheceram a data, algo que não fora previsto pelos peritos que examinaram minuciosamente os sistemas durante o ano passado. “Não pensámos em testar a data de 31/12/2000”, admitiu Ronny Solberg, da Adtranz, o fabricante alemão dos novos comboios da companhia. “Agora temos um mês para descobrir o que correu mal e resolver o problema definitivamente”, continuou Solberg. Os comboios mais antigos, que ainda asseguram a maioria das ligações da companhia dos caminhos de ferro da Noruega (NSB), não foram afectados. O problema teve pouco impacto no tráfego ferroviário, uma vez que o horário dos expressos para o aeroporto foi rapidamente reposto e alguns comboios mais antigos foram utilizados nas duas rotas de longa distância afectadas pelo vírus. Hoje, todos os comboios estavam a funcionar normalmente, de acordo com a agência de notícias do país. Na origem do Y2K está uma decisão tomada há décadas pelos fabricantes de computadores de utilizar apenas dois dígitos para representar o ano. O atalho poupou dinheiro em memória e capacidade de armazenamento, mas fez com que os computadores confundissem o ano de 1900 com o de 2000. Depois de milhões de contos gastos e meses de preparação em todo o mundo, poucos problemas foram relatados durante o ano passado.