Skip to main content

Bug 2000: Operadora checa de comunicações móveis – primeira vítima

A operadora checa de comunicações móveis Eurotel foi a primeira vítima neste país, e talvez no mundo, do bug 2000, ao emitir facturas de pagamento de serviços datadas de 2 de Janeiro de 1900.

«Praga, 27 Dez (Lusa) – A operadora checa de comunicações móveis Eurotel foi a primeira vítima neste país, e talvez no mundo, do bug 2000, ao emitir facturas de pagamento de serviços datadas de 2 de Janeiro de 1900. Este caso afectou várias centenas de clientes da Eurotel que se confrontaram com o erro na data da factura que deveria referir-se aos serviços da empresa prestados até 2 de Janeiro de 2000. O incidente foi divulgado através da Internet com a explicação de que se tratou, claramente, de um efeito do bug 2000. A empresa enviou de imediato uma carta de esclarecimento aos clientes, explicando-lhes que o problema não está no sistema de contabilidade. Segundo a Eurotel, a falha registou-se “no software de processamento e impressão das facturas.” A direcção da Eurotel explicou também que a falha foi corrigida e que a empresa vai enviar novas facturas com a data corrigida. Este incidente ocorreu depois da Eurotel ter anunciado, na sua página na Internet, que era o primeiro operador telefónico “completamente preparado” para servir os seus clientes no ano 2000. A Eurotel é uma empresa de capital maioritariamente checo (51 por cento) com a participação da operadora norte-americana Atlantic West (49 por cento), que serve mais de 1 milhão de clientes.»