Skip to main content

Candidatos ao UMTS Já São Doze

Doze entidades levantaram o caderno de encargos do concurso de UMTS junto do Instituto das Comunicações de Portugal (ICP), até final da tarde de ontem.

«Doze entidades levantaram o caderno de encargos do concurso de UMTS junto do Instituto das Comunicações de Portugal (ICP), até final da tarde de ontem. Na véspera, dia de abertura do concurso, tinham sido em número de cinco os interessados: TMN, Telecel, Optimus, Jazztel e Oni. Ontem, foi a vez de a Maxitel e a Teleweb demonstrarem o seu interesse nos telemóveis de terceira geração, a par de outras cinco entidades, das quais pelo menos quatro são de origem estrangeira. Segundo o PÚBLICO apurou, estão também na corrida ao UMTS dois fornecedores de equipamentos, o operador canadiano Telesystem International Wireless (TIW) – que segundo a última edição do “Expresso” espera assegurar a sua presença no consórcio EDP-BCP – e um outro operador de telecomunicações com actividade na Europa. Os vencedores das quatro licenças de UMTS, que serão conhecidos no final do ano, terão de pagar 20 milhões de contos cada para terem acesso a este novo negócio. Os dois maiores grupo de comunicações móveis da Europa – France Telecom e Vodafone Airtouch -, a par da Portugal Telecom, têm praticamente garantida a sua presença no UMTS em Portugal, através das candidaturas da Optimus, Telecel e TMN, que actuam já no sistema GSM. A disputa dar-se-à em redor da quarta licença a atribuir pelo ICP.»