CeBIT defende-se da crise

Mais profissional e menos de público

Começa já amanhã mais uma edição da CeBIT, em Hannover, cuja principal aposta neste ano é manter o mesmo número de expositores – 6.150 – do ano passado.“A nova CeBIT”, como lhe chama a própria organização, tenta assim inverter a tendência de diminuição dos últimos anos, em consequência da crise e da concorrência da norte-americana CES e da também alemã IFA (de Berlim).

Nesse sentido, o evento terá neste ano menos um dia de duração e deixa somente para o fim-de-semana a visita do público consumidor para conhecer as novidades tecnológicas, enquanto de amanhã até sexta-feira são privilegiados os contactos entre profissionais do sector.