CEO da Ericsson deixa aviso

O fabricante não irá injectar mais dinheiro na Sony Ericsson se os telefones agora lançados não tiverem aceitação imediata.

Numa entrevista, Hellstroem afirmou que “nos dois próximos trimestres teremos de constatar realmente uma aceitação” dos terminais da Sony Ericsson Communications irá lançar. Caso contrário, a Ericsson não irá “atirar dinheiro fora” numa joint-venture que dê prejuízo. A Ericsson afirmou recentemente que terá provavelmente de investir cerca de 500 milhões de euros na joint-venture com a Sony, entre agora e o dia um de Outubro de 2003, mas a administração do fabricante já disse que este investimento irá depender do desempenho a curto da Sony Ericsson.