Divisão de terminais da Alcatel funde-se com a TCL

A nova empresa que irá surgir desta nova parceria contará com uma participação de 55% da TCL e 45% do fabricante francês.

Depois de ter alienado os seus negócios de fibra óptica e de comunicações por cabo, a Alcatel irá agora fundir a sua divisão de terminais móveis com a empresa chinesa, dando origem a uma nova empresa que contará com uma participação de 55% da TCL e 45% da Alcatel. Segundo a edição on-line do Financial Times, a Alcatel afirmou que a sua divisão de terminais móveis representava cerca de 5 por cento das suas receitas, o que em 2003 se traduziu em cerca de 600 milhões de euros. Embora o operador não tenha fornecido dados mais específicos, afirmou que a divisão tem dado prejuízo. Wan Mingjian, director-executivo da TCL Mobile, afirmou que esta nova parceria irá fornecer à sua empresa a plataforma necessária para que o seu negócio cresça a nível internacional. O fabricante francês entende por seu turno que a criação de parcerias é positivo, ao invés de alienar o activo por completa, uma vez que permite assim manter o acesso a todas as tecnologias ao nível das comunicações.