Skip to main content

Dois novos Tungsten da Palm

A Palm lançou no mercado dois novos modelos da linha Tungsten, T e W, que marcam uma viragem no look dos PDA”s do fabricante norte-americano.

O Tungsten T, mais modesto nas características técnicas que o seu irmão, o W, não deixa de surpreender quer pela sua cor graffiti, quer pelo ecrã TFT reflectido de 320×320 pixels, suportando mais de 65.000 cores. Para este modelo, a Palm decidiu adoptar o novo processador OMAP1510 da Texas Instruments, que garante um bom comportamento nas aplicações que tem inseridas: MS Word, Excel, PowerPoint, só para referir os mais usuais na informática diária.

No entanto, este Tungsten T ainda tem a capacidade de gravar mensagens de voz – para as horas de aperto! – que podem ser, depois, enviadas por e-mail, infra-vermelhos ou Bluetooth, ou mesmo sincronizadas com PC”s externos via cabo.

Quanto ao modelo W, ultrapassa as fronteiras do PDA e transforma-se num mini-computador portátil e com acesso à Internet através da rede tri-band (900/1800/1900Mhz) GSM. É assim que será vendido nos Estados Unidos e, por isso mesmo, facilmente poderá atravessar o Atlântico para conquistar o Velho Continente.

Este é um verdadeiro PDA comunicativo, no sentido literal da expressão, já que o auricular – que vem de série – permite-lhe substituir um telemóvel ou um computador dado o seu teclado integrado, que nem lhe retira um certo estilo de “Gadget”, à agente secreto ultra-completo!

A diferença de preço está mais do que justificada e se os preços na Europa se mantiverem enquadrados com os que foram propostos pela marca para o mercado norte-americano, até se pode considerar que o modelo mais avançado tem um “preço de amigo”:
Tungsten T – 499 dólares (511 euros)
Tungsten W – 549 dólares (562 euros)