Ericsson «dispensa» 12 000 trabalhadores

Abrandamento no mercado está na origem de mais uma vaga de despedimentos.

A Ericsson, empresa sueca de telecomunicações, anunciou que vai despedir 12 000 funcionários, número que corresponde a 10% da sua força de trabalho em todo o mundo.

O «corte» surge na sequência do abrandamento verificado no mercado dos telefones celulares, em que as vendas da Ericsson sofreram uma quebra de 5%.

Mais de metade dos despedimentos deverão ocorrer fora da Suécia, não tendo sido ainda anunciadas quais as unidades que vão ser mais atingidas pela redução do número de funcionários.

Entretanto, a Ericsson confirmou que estão em curso negociações com a Sony, para uma eventual parceria no fabrico de telemóveis.

Recorde-se que a empresa sueca tinha anunciado, no mês passado, o despedimento de 3 300 trabalhadores e o encerramento de duas unidades na Grã-Bretanha.