• Início
  • Mobile
  • Ericsson quer assumir a liderança detida pela Nokia

Ericsson quer assumir a liderança detida pela Nokia

E a principal arma parece ser a joint venture com a Sony.

A Reuters deu conta ontem que a Ericsson, através da joint-venture com a Sony, pretende destronar a Nokia na liderança do mercado dos telemóveis.

Segundo declarações de Kurt Hellstrom, director executivo da Ericsson, a um jornal económico sueco, a aproximação das duas empresas pode servir para “empurrá-las” para uma posição de liderança mundial no secto.

O objectivo é no mínimo ambicioso, particularmente se pensarmos que a Ericsson perdeu recentemente o 3º lugar entre os principais fabricantes para o seu concorrente alemão, a Siemens.

O share de mercado da Ericsson foi de 6, 8 %, contra 6, 9 % da Siemens, 35.3 % da Nokia e 13 % da Motorola.

Certo é que a Sony e a Ericsson apresentaram os seus planos em Abril passado, para criar uma joint venture 50 – 50 combinando o seu design, pesquisa e estratégias de mercado. Sediada em Londres, a Sony Ericsson Mobile Communications estará operacional a partir de 1 de Outubro. Os produtos de cada um dos fabricantes serão lentamente substituidos por outros de uma marca conjunta. Ericsony? Sonicsson? A ver vamos.