Ericsson reclama liderança do UMTS

Em entrevista a um jornal sueco, a empresa anunciou deter 50% do mercado.

As rivalidades entre a sueca Ericsson e a finlandesa Nokia continuam a dar que falar. Desta vez, em causa está a liderança do sistema de terceira geração de telemóveis, que a Ericsson reclama para si, apesar de já ter perdido alguns contratos para a sua principal concorrente.

A garantia foi dada ao jornal Dagens Industri, na quarta-feira, tendo o director de marketing da empresa anunciado que a Ericsson detém 50% do mercado, com cerca de 24 contratos relativos à rede 3G.