Facebook volta a unir irmãs bósnias 72 anos depois

Facebook: um ponto de encontro virtual? O Facebook, ou a popular criação de Mark Zuckerberg, voltou a unir duas irmãs bósnias 72 anos depois.

O Facebook pode, de facto, unir as pessoas: que o digam duas irmãs bósnias que já não se viam há 72 anos, mas que graças à rede social de Mark Zuckerberg puderam finalmente voltar a encontrar-se. A última vez que as duas irmãs se haviam visto foi em 1941, quando a propósito da II Guerra Mundial se colocaram em fuga e se separaram.

De acordo com as informações avançadas pelo Nezavisne Novine, Tanija Delic (88 anos) e Hedija Delic (82 anos) desencontraram-se quando Hedija se perdeu durante a fuga, tendo sido acolhida num orfanato em Banja Luka. As duas irmãs procuraram encontrar-se ao longo das décadas, mas só o Facebook revelou ser bem sucedido nessa tarefa.

Facebook volta a unir irmãs bósnias 72 anos depois

Terá sido o filho de uma das duas irmãs que se interessou pela árvore genealógica da família e encontrou o paradeiro da tia. Falta ainda encontrar um terceiro irmão, o mais velho, que emigrou para os EUA.

É sem dúvida um dos aspectos positivos que as redes sociais oferecem aos seus utilizadores. O que acham desta história? Já encontraram algum familiar/conhecido através da rede social de Mark Zuckerberg? Deixem-nos o vosso feedback!