Skip to main content

Falsos Nokia dão prisão e deportação

Processo nos tribunais norte-americanos.

A falsificação de equipamentos para comercializar como se fossem genuinamente da Nokia levou um tribunal da Flórida a condenar uma empresa à indemnização de 1,36 milhões de dólares.

Além disso, dois homens foram considerados responsáveis e condenados a seis anos de prisão cada um, período após o qual serão deportados pois não têm nacionalidade norte-americana.

A contrafacção de telemóveis e acessórios é um fenómeno crescente e contra o qual a Nokia tem aumentado a luta, nomeadamente contra importadores e distribuidores das falsificações.