• Início
  • Apps
  • FBI pagou a hackers por acesso a iPhone de terrorista, diz Washington Post

FBI pagou a hackers por acesso a iPhone de terrorista, diz Washington Post

O acesso ao iPhone 5C do atirador de São Bernardino foi conseguido após um pagamento único.

 

Imagem: Syed Farook (à direita) e a esposa Malik, estiveram envolvidos num tiroteio em São Bernardino, na Califórnia. © AP/AP

O caso continua a dar que falar. Segundo as fontes do Washington Post, o acesso ao iPhone 5C do atirador de São Bernardino não foi obtido com a ajuda da empresa de segurança Cellebrite,mas de piratas informáticos pagos para divulgar uma vulnerabilidade de segurança.

 

O FBI usou essa informação para criar hardware capaz de contornar o código de identificação pessoal do telefone, sem com isso ativar o sistema de segurança que elimina todos os dados do iPhone. Se não tivesse sido bem-sucedido, o iPhone teria eliminado automaticamente toda a sua informação (depois de 10 tentativas incorretas).