Globalstar

A Globalstar é um consórcio multinacional, estabelecido em 1991, com a especial participação da France Télécom, da Alcatel e da Vodaphone.

A Globalstar é um consórcio multinacional, estabelecido em 1991, com a especial participação da France Télécom, da Alcatel e da Vodaphone.

Após um investimento de cerca de três biliões de dólares, o início da exploração comercial estava previsto para meados de 1999 mas um acidente com o lançamento de um foguetão russo que transportava 12 satélites, em Setembro de 1998, adiou o arranque operacional para Outubro de 1999.

A partir de uma constelação de 48 satélites em órbita baixa (1414 Km), a Globalstar oferece serviços de dados, voz e GPS – cobrindo cerca de 80% da superfície terrestre.

As chamadas por voz da Globalstar são das mais baratas no segmento das comunicações móveis por satélite. Com preços orçando os 750 dólares americanos, e manufacturados pela Ericsson, Qualcomm e Telital, os telefones Globalstar são, igualmente, dos menos dispendiosos.

Globalstar Os satélites Globalstar têm um peso médio de 450 Kgs e assentam numa arquitectura bastante simples, empregando a tecnologia CDMA (Code Division Multiple Access). Estão colocados em oito planos orbitais de seis satélites cada, inclinados a 52 graus de forma a fornecer uma cobertura desde os 70 graus de latitude norte aos 70 graus de latitude sul.

A empresa tem enfrentado problemas de viabilização comercial, estando correntemente endividada em várias centenas de milhão de dólares.

http://www.globalstar.com

Artigos relacionados:

Introdução às comunicações movéis por satélite.
Como observar satélites a olho nu.
Iridium
Inmarsat
ICO
Thuraya
Odyssey
AcEs

Mais páginas relacionadas:
Ericsson R290: à conquista do espaço
Globalstar lança kit para embarcações ICS 550X
Telital/Telit SAT 550