Google: melhorar protecção de direitos de autor

A Google vai implementar medidas que visam melhorar a protecção de conteúdos com direitos de autor.

A Google lançou quatro medidas, a implementar durante os próximos meses, que visam melhorar a protecção de conteúdos com direitos de autor, através do método de “actuação em 24 horas” após pedidos de remoção de conteúdos protegidos: evitar que termos associados à pirataria apareçam no Autocompletar, e implementar melhorias no sistema anti-pirataria do AdSense, de forma a tornar mais acessíveis na Internet os conteúdos autorizados.

A gigante norte-americana vem, desta maneira facilitar, aos titulares dos direitos, a apresentação de pedidos para remoção de conteúdos em produtos Google – a começar pelo Blogger e motor de pesquisa. As ferramentas de contra-notificação também vão sofrer melhorias – para quem considere que o seu conteúdo foi removido indevidamente – permitindo a consulta pública dos pedidos de remoção.

Sobre o auto-complementar, a Google afirma que apesar de ser difícil ter a certeza de quando determinados termos de pesquisa são utilizados para procurar conteúdos pirateados, a Google tudo fará para evitar que o Autocompletar apresente os termos mais frequentes utilizados para este fim.

No caso do AdSense também foram tomadas medidas: a multinacional vai trabalhar com os titulares dos direitos de autor de forma a identificar e expulsar os infractores.