Hutchinson 3G com objectivos (demasiado) ambiciosos

O novo operador já baixou as suas expectativas, que seriam de 5 mil assinantes só no Reino Unido, até 2005.

Estes objectivos bastante ambiciosos não se limitam apenas àquele país, já que apresentam grandes parecenças com os planos da empresa para outros mercados, casos da Austália, Hong Kong e a já referida Itália. O plano inicial foi delineado no auge do boom das telecomunicações, ou seja, há dois anos atrás, e garantiu um empréstimo bancário de cerca de três biliões de libras. Mas, devido aos recentes atrasos no lançamento da 3G levantaram questões acerca da capacidade da Hutchinson cumprir com os seus objectivos. A quota de mercado pretendida pelo operador seria de 10 porcento em 2005, baseado na suposição de que teria cerca de 54 mil assinantes até essa altura. Mas devido aos atrasos nas entregas dos terminais e a crise no sector levaram o operador a baixar drasticamente as suas expectativas, agora apontando para cerca de 100 mil assinantes no Reino Unido e em Itália até ao fim deste ano.