Skip to main content

Informática/Telecom: 12 empresas portuguesas na maior feira do mundo

A edição de 2000 da CeBIT, a maior feira mundial de tecnologias de informação e telecomunicações, terá 12 expositores portugueses.

«Lisboa, 26 Out (Lusa) – A edição de 2000 da CeBIT, a maior feira mundial de tecnologias de informação e telecomunicações, terá 12 expositores portugueses, os mesmos deste ano, revelou hoje em Lisboa Reinhold Umminger, director da Deutsche Messs AG, organizadora do certame. Quanto a visitantes não há estimativas, mas o responsável salientou que nos últimos três anos o número de portugueses mais do que duplicou, para 2.066 na edição deste ano, aproximando-se do dos espanhóis. A feira internacional CeBIT apresenta em Hannover de 24 de Fevereiro a 1 de Março de 2000 as tecnologias que vão vingar no próximo milénio e como a Europa vai reagir em relação a esses desenvolvimentos, garante Umminger. Segundo Umminger a facturação das tecnologias da informação e das telecomunicações na Europa tem vindo a crescer 100 mil milhões de euros (20 mil milhões de contos) de quatro em quatro anos, esperando-se que no próximo ano valha 456 mil milhões de euros (mais de 91 mil milhões de contos). O responsável destacou a importância crescente da prestação de serviços neste mercado, observando que os serviços de telecomunicações representaram 41 por cento deste mercado e os serviços de tecnologias de informação 19 por cento. As vendas de equipamentos informáticos não foram além de 18 por cento da facturação, o software (programas informáticos) representou apenas 10 por cento e os equipamentos de telecomunicações somente 8 por cento. A Alemanha (22,5 por cento), Reino Unido (18,7 por cento) e França (16,4 por cento) representam em conjunto quase metade deste mercado na Europa Ocidental, seguindo-se a Espanha (5,1 por cento) e a Suíça (3,7 por cento). Segundo dados do Observatório Europeu para as Tecnologias da Informação, a despesa com tecnologias da informação em Portugal ascendeu a 274,7 milhões de contos no ano passado, um crescimento de 12,2 por cento, e deverá superar este ano os 303 milhões de contos. Reinhold Umminger assinalou que a CeBIT 2000 terá 7.515 expositores, dos quais 2.908 estrangeiros, ocupando uma área de quase 409 mil metros quadrados, adiantando que no ano passado foi visitada por quase 700 mil pessoas, mais de 120.000 dos quais estrangeiros e quase 580 mil alemães. A próxima CeBIT terá 2.781 expositores na área do software, 1.393 de hardware, 1.107 de telecomunicações, 438 de consultadoria e serviços, 425 de computação em rede, 402 de automação para escritórios, 223 de investigação e transferência de tecnologia, 209 de tecnologias para bancos e 186 de técnicas de segurança e cartões. São esperados para o certame mais de 10 mil jornalistas, tendo estado presentes em 1999 dezena e meia de jornalistas portugueses.»