Intuição determina compra

Conclusões da tendência portuguesa

O Barómetro de Telecomunicações da Marktest para o trimestre móvel de Setembro indica que 3,5 milhões de portugueses com mais de 9 anos (37,4% do universo analisado) consideram a facilidade de utilização como o principal factor na escolha de um telemóvel.

Curiosamente, dados de há três anos atrás mostram que, então, a maioria (45,6%) dos utilizadores dava maior importância às dimensões do terminal na hora de escolher. E em 2005 já era o preço que mais determinava a compra (44,6%), o mesmo acontecendo em 2006 embora com menor peso (29,4%).

A cada vez maiz complexa tecnologia poderá estar a deixar os utilizadores um pouco confusos, ao ponto de ser actualmente a facilidade de uso que mais o leva a comprar este ou aquele terminal.

Por oturo lado, o segundo factor é o preço (35,2%), seguido do peso/dimensões (29,4%) e da autonomia (25,5%).

No entanto, se a análise for feita por faixas etárias, os factores têm outro peso. Por exemplo, as crianças dos 10 aos 14 anos olham mais para a existência de câmara fotográfica (48,6% dos inquiridos nesta faixa), enquanto os jovens dos 15 aos 24 anos privilegiam o design (34,2%).