Investimentos em publicidade baixam

Os novos meios não constituem qualquer ameaça aos tradicionais.

O Seminário organizado esta semana pela APDC sobre “Os Media e os Desafios Estruturais” concluiu que é notório o baixo investimento publicitário nos media tradicionais. No que respeita aos novos media, nomeadamente, a Internet e a televisão por cabo, ainda não existem dados fidedignos, informação imprescindível aos anunciantes que, desta forma, preferem não investir num sector que ainda é considerado de alto risco.

Concluiu-se ainda que as perspectivas em termos de investimento, face ao abrandamento económico e à pressão sobre os anunciantes, revelam uma tendência para a manutenção dos modelos tradicionais, com uma escolha de meios cada vez mais selectiva. Neste panorama, os novos meios não constituem qualquer ameaça aos tradicionais.

O colóquio “Media e Finanças: a Rigidez dos Modelos Tradicionais e a Procura de Novas Alternativas”, em particular, contou com as participações de Diana Abreu (Tempo/Media/OMD), Conceição Leal (RTP), Miguel Ribeiro e Silva (Cofina) e Manuel Barata Simões (CAEM).