• Início
  • Mobile
  • IPhone 5: Será que a Apple deixou de acreditar?

IPhone 5: Será que a Apple deixou de acreditar?

Apple iPhone: estaremos perante o declínio? – Apple cancela encomendas aos fornecedores, vendas estão abaixo das expectativas.

De acordo com o site da bolsa de valores japonesa Nikkei, a Sharp reduziu para metade a produção de ecrãs para o Apple iPhone 5, o que indica que as vendas do último telemóvel da Apple não estão a correr tão bem como apontavam as previsões.

A informação de Nikkei coincide com outra publicada pelo Wall Street journal. Segundo o jornal nova-iorquino, a Apple reduziu para quase metade as encomendas aos seus fornecedores. Para o primeiro trimestre de 2013 a empresa de Cupertino tinha encomendado 65 milhões de ecrãs para o iPhone 5.

iPhone 5: será que a Apple deixou de acreditar?

No terceiro trimestre de 2012, a Apple comercializou 14,6 % de todos os smartphones à venda em todo o mundo, a sua cota de mercado era de 23% em 2011. Em caminho inverso, a Samsung passou em dois anos de 8% de cota de mercado para 31,3 %.

Esta informação teve imediatas repercussões no valor das acções da Apple na bolsa de valores de Nasdaq em Nova Iorque. O valor dos “papéis” caiu abaixo do valor da barreira dos 500 dólares, algo que não acontecia desde de Fevereiro de 2012.

iPhone 5: será que a Apple deixou de acreditar?

Em meados de Setembro, na semana que antecedeu o lançamento do iPhone 5, as acções da Apple foram negociadas acima dos 700 dólares, o máximo histórico da empresa. Desde esse mês as acções caíram 30 %.

Como já é habitual, a Apple não teceu comentários sobre a redução de encomendas aos seus fornecedores para este primeiro trimestre. Os únicos números divulgados foram durante o primeiro fim-de-semana de lançamento do iPhone 5, em que a empresa anunciou que tinham sido quebrados todos os recordes.

E qual é a tua opinião? Achas que o iPhone pode ter os dias contados? Ou estarão os consumidores à espera de um novo iPhone, possivelmente em linha com produtos como o Apple iPad mini?