Líder Vivo perde mercado no Brasil

Mercado aumenta mas pouco.

Segundo os dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) do Brasil, a fatia de mercado da Vivo foi de 28,42% em Março contra 28,56% em fevereiro, mantendo a trajetória de redução registada ao longo de 2006.

A italiana TIM manteve a trajetória de aumento da sua participação de mercado, que passou de 25,61% em Fevereiro para 25,77% em Março, tendo a mexicana Claro aumentado também a sua quota de 24,06% para 24,09%.

Durate o mês de Março, os operadores brasileiros registaram 965.726 mil novas adesões, elevando o número total de utilizadores para 102,15 milhões, o que corresponde a um aumento de 14,25% face a um ano antes e contrasta com o aumento registado nos 12 meses imediatamente anteriores, que foi de 30,27%.

O índice actual de penetração da telefonia móvel no Brasil é actualmente de 54,25% da população.

Do total de telemóveis activos, 80,44% são de cartão pré-pago (82,16 milhões) e apenas 19,56% correspondem a tarifários pós-pagos (19,98 milhões).