Lucro da PT deverá ter crescido 52%

Segundo as estimativas da Goldman Sachs, as receitas do operador cresceram 9,4 por cento no primeiro trimestre de 2004.

A casa de investimento estima que as receitas tenham crescido 9,4 por cento, para 1,43 mil milhões de euros, e o resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (EBITDA) tenha subido 11,8 por cento, para 582 milhões de euros. “Na nossa opinião, o grande interesse dos resultados será o crescimento das receitas nas comunicações fixas e móveis”, afirma a Goldman Sachs, que espera que as receitas da linha fixa tenham recuado 6,3 por cento face ao primeiro trimestre de 2003. Esta descida é, ainda assim, uma melhoria face à queda de 7,9 por cento registada no quarto trimestre de 2003 mas, “no conjunto, não é ainda uma melhoria muito significativa”. Nas comunicações móveis, a casa de investimento espera um crescimento de 8,3 por cento nas receitas, bem como um forte controlo dos custos, que deverá beneficiar as comunicações fixas e móveis. Na PT Multimédia, é de esperar “a continuação da melhoria das margens” e, no que respeita ao negócio móvel no Brasil, com a Vivo, as receitas deverão ter crescido 53,6 por cento em euros e 55,7 por cento na moeda local. A Portugal Telecom apresenta os resultados do primeiro trimestre a 29 de Abril.