Lucros da Nokia quebram 22 porcento

Resultados do terceiro trimestre em baixa para a empresa finlandesa…

A Nokia anunciou hoje que os seus lucros, antes de impostos, no terceiro trimestre de 2001 corresponderam a um valor de 1.06 biliões de Euros – menos 22% do que em igual período do ano anterior (em que tinham atingido os 1.37 biliões de Euros).

O volume de vendas no terceiro trimestre deste ano, por seu lado, correspondeu a 7.05 biliões de Euros – menos 7% do que no período homólogo do ano passado.

Os ganhos por acção da Nokia entre Julho e Setembro foram de 0.16 Euros – no limite mais optimista das previsões avançadas pela própria empresa no dia 11 de Setembro quando, à semelhança do que sucedera nos trimestres anteriores, veio a público rever as suas expectativas anteriores.

A Nokia espera agora poder fechar o corrente trimestre com lucros por acção entre os 18 e os 20 cêntimos de Euro (cerca de 40 escudos) por acção. Estimativa ainda assim abaixo dos 25 cêntimos que chegou a ter previstos.

Como motivos para a tendência decrescente a Nokia enuncia a retracção no desenvolvimento das redes de 3G. As vendas da Nokia Networks baixaram 14% enquanto as próprias vendas de terminais (o grande forte da empresa) caíram 3 porcento.

Apesar de tudo o Mercado accionista começou hoje de manhã por reagir favoravelmente à apresentação dos resultados da empresa finlandesa.