Lucros da Samsung atingem 7.640 milhões

Vendas subiram 32% em 2004.

As margens de lucro situaram-se nos 21%, tendo a companhia coreana registado pela primeira nos últimos 35 anos um lucro total de 7.640 mil milhões de euros (10 mil milhões de dólares), número que apenas nove companhias mundiais conseguiram atingir em 2004, a maior parte dos sectores financeiro e petrolífero.

Os dados relativos ao 4º trimestre do ano passado indicam vendas de 10.245 mil milhões de euros, resultados operacionais de 1.12 mil milhões de euros e lucros de 1.35 mil milhões de euros.

No segmento específico de Redes e Telecomunicações, a Samsung verificou uma baixa das vendas e dos lucros devido a um reajustamento da estratégica da marca em relação aos telemóveis e ao aumento das despesas de marketing para reforçar as relações com os distribuidores e dos gastos em I&D. Contudo, a empresa espera que as vendas unitárias de telemóveis cresçam significativamente no primeiro trimestre de 2005 com o lançamento continuado de novos modelos multifuncionais.

Nesse segmento, a Samsung vendeu 86.53 milhões de telemóveis em 2004, mais 55% que os 55.66 milhões comercializados em 2003, facto que conduziu também para a ascensão da marca para nº2 mundial.

Esta unidade de negócio cresceu 33% (13.961 mil milhões de euros) e os lucros situaram-se nos 2.072 mil milhões de euros. O empurrão agressivo do seu programa de marketing Olímpico e as vendas favoráveis nos EUA, Brasil, Rússia, Índia e China contribuíram para a melhor performance de sempre desta área, que possibilitou um aumento da quota de mercado de 10,8%, em 2003, para 13,7%, em 2004.