Skip to main content

Made in China

Em 2005, um em cada três telemóveis no mundo inteiro poderão ser fabricados na China.

Segundo dava conta, ontem, o Dow Jones Newswires, mais de um terço dos telemóveis mundiais poderão vir a ser fabricados na China até 2005. A pesquisa foi feita pelos consultores da MFC Insight, que elegem aquele país asiático como o mais que provável líder mundial no fabrico de telefones celulares.

O relatório prevê que, até 2005, a China poderá ser reponsável pela produção de 233 milhões de telemóveis por ano, ou seja, 34% de todo o mercado global projectado. Um ritmo de crescimento incrível, se tivermos em conta que em 2000, a proidução ficou-se pelos 54.3 milhões de unidades, e que representou 12% do mercado total.

Os argumentos para esta viragem a oriente não são difiícieis de perceber uma vez que, por si só, o mercado chinês tem, actualmente, 140 milhões de clientes GSM, para além das vantagens sempre inerentes à oferta de mão-de-obra barata naquelas paragens.

A liderar todo o processo está a sueca Ericsson, com grande margem de manobra no país mais populoso do mundo. No entanto, a Nokia está, aos poucos, a ganhar terreno num mercado apetecível por todos, inclusivé pela norte-americana Motorola, que já apresentou o seu plano de investimentos para aquela região de 6.6 mil milhões de dólares nos próximos cinco anos. No entanto, todos eles estão ansiosos por servir e ganhar quota significativa.