Marketing: SMS supera e-mail

A GartnerG2 afirmou que os telemóveis têm mais capacidade ao nível do marketing que os sites na Internet ou o correio electrónico.

Os analistas da conhecida empresa de pesquisas de mercado, GartnerG2, consideram que as hipóteses de sucesso de uma qualquer campanha de marketing podem dobrar se se utilizar o SMS ou o telemóvel como veículo privilegiado para tal, em detrimento da Internet como forma de atingir o PC doméstico ou enquanto utilizador empresarial (embora aqui haja sempre mais reservas).

De acordo com a GartnerG2, neste momento, 62 por cento da população adulta europeia usa o telemóvel de forma regular, com 41% a usar o serviço de SMS, contra apenas 30% que usam a Internet. Isto, se compararmos os valores em relação ao ano passado, de 28% para SMS e 29% para a Internet, explica o porquê dos argumentos invocados pela empresa especialista em pesquisas de mercado.

Aliás, a Gartner também alerta para o facto desta oportunidade para o segmento do marketing não poder ser desperdiçada, ou seja, terá que ser aproveitada de forma responsável e de maneira, até, a encorajar os utilizadores de telemóveis a darem o passo seguinte, para além das comunicações pessoais.

A entrada na terceira geração será gradual, apesar de para 2003 já haver aparelhos no mercado para os clientes interessados. “A indústria dos telemóveis ficou demasiado obcecada com a implementação do UMTS e relegou para segundo plano as necessidades reais dos clientes. A grande maioria dos consumidores não sabe o que realmente o seu telemóvel é capaz de fazer, deixando-os isolados quanto às novidades da 3G. Acaba por não interessar se o UMTS é bom ou não, uma vez que as pessoas não sabem o que isso significa”, rematoy Adam Daum, vice-presidente e analista-chefe da Gartner G2.