Mensagens com alto teor alcoólico

Segundo um estudo feito em Inglaterra, o envio de mensagens está directamente relacionado com excesso de álcool no sangue.

Os efeitos do álcool no comportamente humano variam conforme o indivíduo. Há quem chore, há quem ria, quem fique deprimido, e até aumente a propensão para a violência. Enfim, um sem número de diferentes reacções mas que, na Grã- Bretanha, podem ter começado a criar um denominador comum. Segundo um estudo feito no Reino Unido, 78 por cento dos ingleses que saem à noite e confessam tomar uma cerveja a mais do que a conta, mandam, em média, três mensagens via telemóvel. E numa franja etária bastante alargada, entre os 18 e 35 anos. Mais: 28 por cento dos inquiridos diz mesmo chegar às quatro mensagens. Mas depois dos números, ficam os conteúdos. 59% dos mesmos entrevistados diz que, sob o efeito do álcool, o teor das suas mensagens fica impróprio e chegam mesmo a ser ofensivas, dando razão à velha máxima que “o álcool liberta as pessoas”…até na linguagem e nos pensamentos. Mas o mais curioso é que são as mulheres que mais metem o pé na argola. Não por se tornarem mais ofensivas ou violentas, mas porque escrevem o que não querem e para quem não querem. Isto é, arrependem-se rapidamente do que dizem ou fazem por telemóvel. Assim, se beber, não use o telemóvel.