Skip to main content

Metade dos telemóveis é contrabando

Realidade europeia é a pior.

Cerca de 39% ds telemóveis que são comercializados em todo o mundo têm origem no mercado negro, de acordo com um estudo da GSM Association.

Os piores números são registados na Europa, onde o contrabando é reponsável por 66% do mercado, enquanto na América Latina as vendas oriundas do mercado negro representam somente 18% do total de terminais comercializados.

O estudo, que foi realizado em 50 países pela Pyramid Research e Frontier Economics, indica que as vendas ilegais representam prejuízos da ordem dos 2.700 milhões de dólares.

Os responsáveis pela investigação avançam que a principal razão para recorrer ao mercado negro para adquirir telemóveis é a poupança a nível de impostos e taxas governamentais, os quais representam em média 20% do preço dos equipamentos.