Skip to main content

Microsoft viola legislação anti-monopólio norte-americana

A Microsoft viola a legislação anti-monopólio dos Estados Unidos, segundo o veredicto proferido segunda-feira à noite pelo juiz que presidiu ao julgamento do processo desencadeado pela administração norte-americana contra o gigante da informática.

«Washington, 04 Abr (Lusa) – A Microsoft viola a legislação anti-monopólio dos Estados Unidos, segundo o veredicto proferido segunda-feira à noite pelo juiz que presidiu ao julgamento do processo desencadeado pela administração norte-americana contra o gigante da informática. O juiz Thomas Penfield Jackson considerou que a companhia fundada por Bill Gates abusa da sua posição dominante na Web. Jackson já concluíra em Novembro que a Microsoft detém uma posição de monopólio no mercado dos sistemas de exploração com o Windows. As aplicações desenvolvidas pela companhia vêm instaladas em 9 de cada 10 computadores em todo o mundo. O juiz Jackson presidirá às audiências destinadas a avaliar as sanções a impor à Microsoft. O julgamento final do caso não é esperado antes do Verão ou início do Outono. A Microsoft indicou que vai recorrer da decisão do juiz Thomas Jackson.»