Milhares de festivaleiros viveram o Sudoeste tmn

Não só o cartaz do festival como experiências únicas permitiram que milhares de festivaleiros vivessem o festival de 4 a 8 de Agosto, na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar

Partilhar

A palavra “viver” ganhou este Verão uma nova força. Com a chegada do maior festival de Verão, o Sudoeste tmn, a pergunta “Vens ver ou vens viver?” foi o ponto de partida para experiências que juntaram música, diversão, passatempos, calor e boa disposição. Milhares de pessoas viveram com a tmn este festival. 

“Somos a primeira marca a fazer uma transmissão do
festival no Facebook”, destacou Luís Avelar

No SWtmn, promovido pela tmn em parceria com a Música no Coração, os festivaleiros puderam contar com “um cartaz fantástico”, afirmou Luís Avelar, administrador PT. M.I.A., Jamiroquai, Colbie Caillat, James Morrison, Mika, Sugababes, Air, Massive Attack, entre outros atraíram milhares de festivaleiros à Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, de 4 a 8 de Agosto. Mas as opções não se ficaram por aqui. Dividiram-se entre os palcos tmn, Planeta Sudoeste Jogos Santa Casa, Groovebox e Sapo Positive Vibes.

Inovar no festival do Sudoeste é uma tradição da tmn. E este ano não foi excepção. “Somos a primeira marca a fazer uma transmissão do festival no Facebook”, destacou o administrador PT. Quem não esteve na Herdade da Casa Branca pôde, portanto, assistir aos concertos através da rede social e do Meo Mobile.

Mas não só de música se faz este festival. “É um festival para onde as pessoas vêm passar uma semana. (.) Vêm viver uma experiência única”, disse Luís Avelar. Por isso, as iniciativas foram inúmeras para quem quis viver o Sudoeste tmn.

Quem ganha com as experiências não são apenas os festivaleiros, mas também a tmn. “É muitíssimo importante experimentar sensações que têm a ver com a marca. Isso tem feito muito bem à marca. Cada vez que passa o Verão, o nosso barómetro de sensibilidade junto do público jovem sobe. É uma aposta muito interessante”, explica Luís Avelar.
alavra “viver” ganhou este Verão uma nova força. Com a chegada do maior festival de Verão, o Sudoeste tmn, a pergunta, “Vens ver ou vens viver?”, foi o ponto de partida para experiências que juntaram música, diversão, passatempos, calor e boa disposição. Milhares de pessoas viveram com a tmn este festival. 

“Espero que para o ano continuem porque eu quero estar cá outra vez”, disse a Filipa, cliente tmn “Temos tenda, dois sacos cama, (.) temos comida. (.) Temos pessoas que nos ajudam. São óptimos”, revelou o Vasco, cliente tmn

Mordomias do CONDOmini 

CONDOmini – Sensações t

No CONDOmini tudo era mini para experiências em grande. MiniMercado, MiniSpa, MiniPiscina, MiniGym, MiniStudio e muito mais. Mordomias exclusivas para os clientes que trocaram 2900 pontos por uma estadia no CONDOmini, um lugar privilegiado para os clientes tmn acamparem com condições únicas, com a assinatura das Sensações t.

Para o Vasco Pereira, 24 anos, e a Filipa Mestre, 20 anos, as experiências foram ainda mais especiais. O casal de namorados, além de usufruir de todas as mordomias que a tmn preparou, viveu pela primeira vez o maior festival de Verão. Foi com a surpresa de uma estreia que foram recebidos. “Está a ser uma experiência única. Quando cheguei e vi este espaço com piscina, com matraquilhos. Temos tudo. São super simpáticos connosco. Acho que melhor era impossível”, revela a Filipa. O Vasco acrescenta: “Temos tenda, dois sacos cama, (.) temos comida. (.) Temos pessoas que nos ajudam. São óptimos”.

É com a convicção de quem gosta de viver o Sudoeste tmn que Filipa Mestre termina: “Espero que para o ano continuem porque eu quero estar cá outra vez”.

Os clientes que preferiram viver uma experiência mais sofisticada tiveram a oportunidade de trocar 1900 pontos por uma estadia na Pousada Santa Clara-A-Velha, e contaram ainda com transporte gratuito pousada-festival e festival-pousada.

Viver foi assim com a TMN.

Flirt Zone e Star Parade

Foi de azul tmn que se fizeram muitas das experiências deste festival. Que o digam a Lena e o Diogo. Conheceram-se na flirt zone tmn. Alguns minutos de conversa, que começaram e acabaram com o som de um sino, chegaram para que minutos depois estivessem a celebrar o casamento. “Vamos ficar juntos para sempre e vamos de lua-de-mel para o canal”, disse o Diogo, após o casamento. O que o encantou foram os olhos da Lena, que por sua vez afirma que foi “paixão à primeira vista”.

Quem, ao contrário deles, não chegou ao “Just Married”, pôde ficar-se pelo “Just Friends” ou “Just 4 Today”, uma acção que facilitou os flirts no Sudoeste. Sorrisos tímidos e beijos desinibidos não faltaram.

Quem preferiu as corridas de sms aos flirts, teve a possibilidade de participar na acção SMS Blind Race. Os participantes da corrida mais louca do mundo puderam ganhar prémios. E os mais rápidos chegaram mesmo a ganhar telemóveis.

Muitos foram os que preferiram participar na Star Parade. Vestiram-se a rigor e puderam levar para casa o momento em fotografia.

Houve ainda quem aderisse às acções Mega Phone Call, Sing Along Alentejano, T Dance e Band Bonding. Alternativas não faltaram para viver o festival Sudoeste e os estados de entusiasmo reflectiram-se nos pares de braços tmn no ar, feitos de cartão, que os festivaleiros podiam pôr aos ombros.

A preocupação ambiental continuou a estar presente na 14ª edição do festival. Este ano, os festivaleiros carregaram cerca de 18 mil baterias de telemóvel através das seis máquinas de carregamento disponibilizadas pela TMN e aderiram à recolha do lixo trocando mais de 22 mil fichas Eco TMN, por cerveja, animações e brindes TMN. 

Forasteiros do SWtmn na Herdade da Casa Branca

João Vieira e Ivo Silva,
Forasteiros do SWtmn

Os Forasteiros do SWtmn viveram no palco a actuação de David Guetta. Foi com um desejo concretizado que culminaram as vivências dos Forasteiros. Ao longo de 12 dias, percorreram o país trocando boleias, comida e alojamento por bilhetes para o Swtmn. “Em termos de trajecto, começámos em Lisboa, fomos subindo no país, pelo interior. Passámos pela Covilhã, Régua, Vila Real. Depois dirigimo-nos para o Porto, Braga, Guimarães, e começámos a descer em direcção à Zambujeira”, revela Ivo Silva.

Através de um Nokia 5230, os Forasteiros foram publicando posts, na página do Swtmn no Facebook. Desta forma, obtiveram ajuda para os desafios que a tmn lhes foi colocando ao longo da viagem.

As brigadas Sapo animaram o recinto com a “dança do pacote”

A popularidade da acção ficou expressa no Facebook, no crescente número de fãs, actualmente cerca de 53 mil. “Notamos isso ao longo dos dias que iam passando. As ajudas começaram a ser mais fáceis porque começou a ser mais divulgada. Começaram a saber mais da nossa existência. Tornou-se muito mais fácil concluir o percurso”, revelou João Veira. 

À chegada à Herdade da Casa Branca foram recebidos por volta das 12h30. “Quando chegámos a este espaço havia uma mesinha posta e duas pessoas a servir-nos o almoço. Deram-nos as tendas, os sacos-camas, as mochilas, toalha e outras coisas, como camisolas”, disse Ivo Silva.

Mas o tratamento especial não se ficou por aqui, de acordo com o forasteiro. “Temos acesso à área VIP, à tribuna T e também à piscina [do tmnCONDOmini]. Já estivemos no backstage e percemos como é que funcionam as coisas. Estivemos em cima do palco a conhecer o ambiente que está por detrás do festival.”

À TMN, o João Vieira deixa uma mensagem: “Passei uma das experiências mais interessantes da minha vida. Nunca vou esquecer. Ainda por cima com o meu melhor amigo de há 15 anos. Estou sem palavras. Obrigado!”

No Sapo Downloader foi possível viver experiências em 3D

Camião Sapo com pontos
de acesso à internet

O Sapo no Sudoeste tmn
As experiências 3D não faltaram no Sudoeste tmn com o Sapo Downloader, que divertiu os festivaleiros que por lá passaram. Ao longo do festival, cerca de 22 mil pessoas viveram esta experiência de adrenalina, velocidade e emoção.

Com o Sapo foi ainda possível aceder à internet no camião Sapo. As brigadas Sapo animaram o recinto com a “dança do pacote”, alusiva à campanha actualmente presente nos meios tradicionais. Aos festivaleiros, o Sapo ofereceu sacos marinheiro, mochilas, almofadas de praia e lenços.

O balanço do maior festival de Verão
Entre 5 e 8 de Agosto, o SWtmn 2010 contou com uma média diária de cerca de 40 mil pessoas, sendo sexta-feira e domingo os dias em que se verificou uma maior afluência, com milhares de festivaleiros de diferentes faixas etárias e gostos musicais. Na zona do campismo do SWtmn, aberta ao público desde 31 de Julho, estiveram alojadas perto de 25 mil pessoas.

As acções orientadas para os festivaleiros revelaram ser um sucesso. Destaque para as 10.000 tatuagens Band Bonding, que distinguiram os festivaleiros que aceitaram “viver” o SWtmn, os 3600 participantes do Star Parade, as 4000 participações no Flirt Zona, 1000 concorrentes no SMS Blind Race, 2000 pessoas nos ensaios de cantares alentejanos e os 1300 festivaleiros que se registaram na aplicação TMN que possibilitou receber informações sobre o cartaz e as acções TMN em decurso no festival, através do telemóvel. 

Nesta edição do SWtmn, registou-se um incremento do tráfego de dados e das chamadas efectuadas, face a igual período do ano passado, e os festivaleiros presentes na Herdade da Casa Branca voltaram a aderir ao envio de SMS com significativa frequência.

Milhares de corações surpreenderam Mika quando cantou “We are Golden”

Depois do concerto no Campo Pequeno patrocinado pela tmn, Mika regressou a Portugal para actuar no festival Sudoeste tmn 2010

As Sugababes subiram ao palco a 7 de Agosto

“Mucho Moche” não faltou no festival do SWtmn

The Flaming Lips actuaram a 5 de Agosto no SWtmn


Cristina Brites – Telemoveis.com

*** Este texto NÃO foi escrito de acordo com o novo Acordo Ortográfico***

Telemoveis.com on Facebook
Siga-nos no Twitter!