NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Anatel afasta Opportunity do CVC

Anatel afasta Opportunity do CVC

quarta-feira, 13 abril, 2005 /
Regulador brasileiro «dá» controlo de três operadores ao Citigroup. Com o afastamento do Banco Opportunity, o operador fixo Brasil Telecom e os operadores móveis Telemig Celular e Amazónia Celular passam a ser controlados directamente pelo Citigroup.

O Citigroup decidiu afastar o Opportunity do fundo CVC depois de o banco brasileiro ter anunciado a venda do controlo dos operadores móveis sem o conhecimento do grupo norte-americano, às quais a luso-espanhola Vivo era provável candidata.

O afastamento do Opportunity já havia sido confirmado por um Tribunal de Nova Iorque, mas a Justiça brasileira determinou que qualquer mudança só aconteceria depois da decisão da Anatel.

O grupo Opportunity, accionista da Telemig Celular, anunciou a 7 de Março a venda de sua participação no operador do Estado de Minas Gerais, uma das regiões do Brasil onde a Vivo não tem cobertura.

A Vivo, joint-venture entre a Portugal Telecom e a espanhola Telefónica Móviles, é considerada uma das principais interessadas porque, embora sendo o maior operador móvel brasileiro, ainda não tem rede em Minas Gerais, estado economicamente relevante, segundo analistas do sector.

Com a disputa entre o Citigroup e o Banco Opportunity, controlado pelo brasileiro Daniel Dantas, a venda da Telemig Celular e da Amazónia Celular foi suspensa. Além da Vivo, a mexicana Claro e a Brasil Telecom GSM são outros dois operadores interessados na aquisição da Telemig Celular.
3,479