NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
BenQ Mobile pode «ressuscitar»

BenQ Mobile pode «ressuscitar»

quarta-feira, 10 janeiro, 2007 /
Há pelos menos dois grupos interessados. A BenQ Mobile, cuja falência foi decidida com a entrada do novo ano, pode afinal voltar à actividade e posicionar-se mesmo como fabricante de telemóveis topo-de-gama.

Essa é, pelo menos, a pretensão de um dos dois grupos de investidores que, desde o início desta semana, estão a negociar com o administrador judicial, o Estado Alemão e instituições financeiras as possibilidades de recuperar a empresa e salvar alguns dos postos de trabalho.

Ambos os grupos integram investidores alemães e norte-americanos, sabendo-se que um deles está ligado à Sentex Sensing Technologies e outro ao gestor Hansjorg Beha (ex-director tecnológico da Daimler-Benz).
3,764