NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
China emite licenças 3G

China emite licenças 3G

sexta-feira, 09 janeiro, 2009 /
A preocupação do governo chinês em sempre cumprir o que é prometido, levou a que já emitisse na 4ª feira as esperadas licenças 3G. A China Mobile, maior operadora do mundo, recebeu licença TD-SCDMA do Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação. As rivais menores China Unicom e China Telecom poderão montar redes WCDMA e CDMA 2000, respectivamente, depois de uma completa revisão da indústria de telecomunicações do país em abril, informou a agência oficial de notícias Xinhua. A tecnologia TD-SCDMA que a China Mobile vai implementar foi desenvolvida no país e é muito apoiada por Pequim, mas apenas passou por testes e pode mostrar-se mais complicada de desenvolver. Já as tecnologias autorizadas às outras operadoras são as usadas em todo o mundo e devem ser facimente implementadas. Além da oficialização da atribuição das licenças, o Governo chinês definiu igualmente as regras que permitem operar as novas redes e que passam pela defesa dos direitos de propriedade intelectual, a concorrência, os direitos dos consumidores e outras medidas proteccionistas de tarifários e informações. Espera-se que durante os próximos dois anos sejam investidos cerca de 41 mil milhões de dólares (cerca de 280 bilhões de yuans) na construção das redes 3G. A China soma actualmente mais de 600 milhões de utilizadores de telemóveis, o maior número existente em todo o mundo, o que leva a concluir que seja este o mercado de serviços 3G mais promissor neste globo.
2,665