NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
HP/Compaq iPAQ 3970

HP/Compaq iPAQ 3970

domingo, 05 janeiro, 2003 /
HP/Compaq iPAQ 3970 Um processador topo de gama, um visor de qualidade inédita, bluetooth e um sistema operativo Pocket PC 2002 impecável farão salivar de apetite e gula muitos leitores..

 Um processador topo de gama, um visor de qualidade inédita, bluetooth e um sistema operativo Pocket PC 2002 impecável farão salivar de apetite e gula muitos leitores..

Sistema Operativo: Microsoft Pocket PC 2002

O sistema operativo Pocket PC 2002 da Microsoft para computadores de mão que equipa o iPAQ 3970 alega com proveito uma indesmentível vantagem sobre a concorrência, e em particular sobre o concorrente sistema Palm OS: a facilidade com que o utilizador instintivamente aprende a manuseá-lo e a elevada integração tanto do software corrido pelo dispositivo como das respectivas funções de comunicação e sincronização com computadores de secretária.

Esta facilidade deriva imediatamente da familiaridade com a interface do Windows de que o Pocket PC é um parente e, assim sendo, da posição da Microsoft, cujo software de produtividade para escritório, entrosado de forma crescentemente sólida com o próprio sistema operativo, é de longe o mais comum e vendido tendo-se convertido num verdadeiro «standard».

Quem nunca usou antes um computador de mão (vulgo «handheld» na terminologia inglesa) e comprar o iPAQ 3970 vai ter uma agradável surpresa: não será forçado à aquisição de nenhumas competências especiais nem tão pouco, atrevemo-nos a sugerir, para a maioria, será sequer forçado a consumir tempo e paciência a ler e a perceber qualquer manual.

Os menus e funcionalidades são perfeitamente intuitivos; o software de ligação e sincronização (Microsoft ActiveSynch) instala-se e corre com serenidade.

Design e visor

A «piece de resistance» do iPAQ 3970 salta literalmente «aos olhos»: o ecrã TFT transflectivo capaz de 65.000 cores em 240 por 320 pixéis ostenta um brilho e uma profundidade de cores virtualmente imbatível em todo o espectro dos handhelds, francamente acima mesmo da própria série iPAQ 3800, esta com uma imagem bastante mais «baça» em termos de luminosidade e clareza.

Quanto ao design, a série 3900 herda os traços já conhecidos dos modelos iPAQ anteriores com uma filosofia saudável de «não mexer no que está bem». De facto, os iPAQs sempre foram dispositivos agradáveis à vista, com linhas sóbrias e elegantes; um corpo prateado coroado por um embutido de plástico negro que incorpora frontalmente o altifalante, o microfone e um sensor de luminosidade e que se prolonga até à ranhura de expansão SDIO (Secure Digital Input Output), localizada no topo do modelo.

Este efeito de «coroa» é complementado com dois finos «leds» laterais que mudam de cor segundo o estado e fornecem indicações, respectivamente, para o estado do módulo blueetooth incorporado e para a fonte de alimentação energética.

No topo do modelo situam-se ainda dois orifícios: para alojar o lápis de digitação e ligar os auscultadores.

É de notar que o PDA é fornecido com uma simpática e conveniente «moldura» de protecção plástica, a qual se ajusta em torno do corpo do modelo, protegendo-o em caso de queda. Esta capa plástica inclui uma «tampa» desdobrável que permite usar perfeitamente o dispositivo sem necessidade de a remover, mesmo quando colocado no berço («cradle») de secretária fornecido.

Além do lápis de selecção (embora não seja, por todas as razões, a começar pela sujidade, conveniente usar o dedo como método de navegação no ecrã é pontualmente possível fazê-lo) o dispositivo inclui 5 botões mais um joystick com outras tantas funções (quatro de direcção e uma de selecção em profundidade).

Estes botões, personalizáveis, servem por pré-definição para a gravação de memos de voz; acesso rápido ao calendário e à agenda de contactos; correio-electrónico e tarefas do iPAQ.

Como nota marginal, pela banda da inserção de dados, note-se ainda aqui que o modelo possui quatro sistemas opcionais de inserção de números, símbolos e letras: usando um pequeno teclado no visor; através de reconhecimento da caligrafia seja letra a letra, seja em bloco ou por palavra. Naturalmente a prática faz o mestre e o software inclui opções de aprendizagem que facilitam o ajuste ao tipo particular de cada utilizador.

Ao todo, incluindo bateria, o 3970 pesa uns meros 184 gramas.

Processador, memória e performance

O iPAQ 3970 incorpora o processador Intel PXA 250 XScale com uma velocidade de relógio de 400 MHZ que lhe confere uma capacidade de processamento de topo dentro do género PDA e bastante superior aos modelos anteriormente dotados de processador StrongARM. A performance, porém, acaba por não ser proporcionalmente tão melhor quanto se esperaria; facto que se fica a dever à não optimização, por ora, do sistema operativo e do software em geral para tirar o máximo partido da arquitectura do processador, aspecto que deverá ser progressivamente minorado.

No tocante à memória o 3970 inclui 64MB de RAM e 48 MB de Rom (32 no caso do sibling 3950), suficientes para as aplicações mais exigentes. Disponível está ainda um slot que pode acomodar cartões de memória SD/MMC. Extremamente úteis, sobretudo se pretende usar o dispositivo como leitura de MP3.

Neste particular, e no tocante ao som, o altifalante deixa qualquer coisa a desejar. Usando auscultadores, porém, revela-se uma qualidade ímpar.

Comunicabilidade e software pré-instalado

Para além da vezeira porta de infra-vermelhos, o 3970 incorpora nativamente a tecnologia bluetooth de comunicação sem fios, o que lhe facilita o diálogo tanto com outros PDAs como com computadores e, mais interessante, telefones móveis.

O Bluetooth Security Manager da Compaq é eficiente, reconhecendo e comunicando bem por exemplo com o Nokia 7650 (é possível definir um telemóvel como ponto de acesso à Internet). Não obstante, se o PDA envia facilmente ficheiros de qualquer formato dimensão para o telefone permitindo, inclusive, especificar uma pasta de ficheiros partilhados acessíveis por outros dispositivos bluetooth, já a sua recepção em sentido inverso se revela complicada pois o software assume que o telefone lhe está a enviar informações PIM (Personal Information Manager) do tipo cartões de visita, tarefas agendadas e de calendário etc...

A ligação bluetooth pode ainda ser usada para acesso à Internet, nomeadamente um PC bem como para sincronização de dados.

Para quem prefira uma solução «com fios» é de salientar que o berço do IPAQ inclui um cabo que simultaneamente admite a ligação tanto por USB como pela clássica porta paralela, uma possibilidade extremamente versátil.

As funções de sincronização, com a criação de um duplicado no disco rígido do computador dos documentos constantes no iPAQ podem ser feitas automaticamente, em cujo caso cada vez que pouse o telefone no berço a sincronização se processa ou, opcionalmente, de forma manual.

O Cd-Rom de software oferecido inclui, para quem porventura ainda não o possuir, uma versão para instalação do Microsoft Outlook.

O carácter completo do software é, de uma forma geral, uma das mais-valias do modelo. Com a inclusão, nomeadamente, de uma opção de «Backup» de dados; a versão móvel do Microsoft Messenger, em tudo análoga à para o Windows «sénior»; versões Pocket do Excel e do Word, capazes de criar e abrir ficheiros nos formatos suportados por estes programas.

De destacar ainda o Microsoft Reader e o Nevo, uma aplicação de excelente qualidade que permite controlar, por infra-vermelhos, toda a espécie de dispositivos domésticos de que nos recordemos. Com extrema funcionalidade e um grafismo impecável, para além de deter de antemão o conhecimento de como controlar centenas de leitores de DVD, televisões e aparelhagens, o Nevo pode ainda aprender facilmente como controlar um dispositivo comandável por irDa não listado na sua base: basta para tal apontar o comando ao PDA e ir, subsequentemente, atribuindo as funções das teclas do comando às teclas do software no visor do PDA.

Como Agenda Electrónica, é de salientar a boa organização facilitada pelo Pocket PC em conjugação com o hardware IPAQ, seja pela facilidade de acesso pelos botões às funcionalidades mais relevantes (conforme já detalhado anteriormente), seja pelo próprio menu inicial do dispositivo incluir forma de aceder directamente à criação de novas reuniões, contactos, redacção de E-mails, notas, tarefas ou documentos.

Sobre a imagem do ambiente de fundo do ecrã (que aliás pode ser alterada a gosto do utilizador existindo para isso muitos sítios na Internet que oferecem «Themes» ou Temas de borla), consta ainda de forma permanente e abreviada uma súmula dos eventos/compromissos eminentes do utilizador, das mensagens de correio electrónico por ler e das tarefas a executar.

A dimensão lúdica. Software e usos para o handheld

Ter um iPAQ como auxiliar na gestão do tempo é bom, porém, face à crescente capacidade de processamento, constitui um sub aproveitamento quase «criminoso» do dispositivo.

O que fazer com um handheld depende forçosamente dos interesses de cada um. Pode optar por o usar para controlo do seu telefone instalando por exemplo o software MPhone que comunica por infra-vermelhos ou bluetooth, digitando assim os seus SMS no conforto do PDA, editando melodias e logótipos etc... Pode instalar aplicações de um tipo particular: sobre química, para radioamadorismo etc...

 Pode usar o Windows Media Player incorporado para vídeo ou áudio streaming, ou meramente para ouvir MP3; pode, se lhe interessar, experimentar uma plêiade de software auxiliar da observação astronómica amadora, muito dele gratuito: o Taiyoukei, o Pocket Stars; pode ler ficheiros PDF com a versão própria do Acrobat Reader; pode ler livros com o Microsoft Reader. Pode, na realidade, fazer praticamente tudo aquilo que faz com um computador de secretária (vejam-se algumas das imagens que ilustram este artigo).

No plano lúdico, também, os jogos abundam. Versões de «clássicos» com o Quake, o Fifa 2002 e mesmo o Age of Empires estão disponíveis, lado a lado com os clássicos jogos de tabuleiro e muitos outros.

Bateria & expansibilidade

Também a nível da bateria o IPAQ 3970 estabeleceu novos standards de duração. Trata-se de uma bateria naturalmente recarregável de polímeros de Lítio 1400 mAh (não mudável pelo utilizador) capaz de aguentar 4 horas e meia de uso.

No tocante à expansibilidade já acima se falou do slot que pode acomodar cartões de memória SD/MMC. A capacidade do processador garante a manutenção de recursos por parte do modelo num futuro previsível.

De resto o que há a explorar são sobretudo os múltiplos acessórios disponíveis para operação conjunta com o modelo: a começar pelos módulos GPS acoplados a software de georeferência oferecidos pela HP/Compaq, Microsoft e parceiros; modems para ligação à Net, cartões para ligação sem fios Wi-Fi e outros

Quanto ao preço, a loja HP/Compaq em linha recomenda 980 euros para o 3970 mas, se procurar bem, é possível que o encontre por aí mais barato.

Mais imagens

4,656