NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
LG G3 incendeia-se a carregar

LG G3 incendeia-se a carregar

quarta-feira, 24 dezembro, 2014 /
LG G3 incendeia-se a carregar

Parece que a Samsung não é a única marca cujos modelos (e.g., Galaxy S4) entram em "combustão espontânea".


Depois da Samsung ter sofrido queixas por parte de alguns proprietários do modelo Galaxy S4 em que alegadamente os dispositivos incendiaram-se a carregar, parece que chegou a vez da LG com o seu mais recente topo de gama, o LG G3.

Um post colocado na plataforma Reddit deu origem à controvérsia, em que um utilizador apresentado pelo nome de s-bladerelatou o sucedido


"Isto aconteceu subitamente ao telemóvel da minha irmã mais nova. Ela estava acordada no seu quarto enquanto nós estávamos a chatea-la para se despachar a ficar pronta, até que ela começou a chorar e a dizer que o telemóvel dela explodiu. Nós viramo-nos e vimos imenso fumo a sair do quarto dela. Observámos que o telemóvel estava mesmo ao seu lado". 

O utilizador ainda afirmou que as chamas eram de tal forma violentas, que o colchão onde estava poisado o smartphone teve de ser deitado pela janela fora. 

Seguem duas fotos do dispositivo, depois do acidente:


LG G3 queimado 1

LG G3 queimado 2


O utilizador ainda constata que tanto o carregador como a bateria do smartphone eram originais, eliminando assim a hipótese de o equipamento ter sido carregado com um carregador que não fosse adequado à bateria, ou vice-versa

No caso da Samsung, para além de algumas queixas relativamente ao Galaxy S4, também existiu um caso onde no Canadá, um Galaxy Ace alegadamente explodiu perto da sua proprietária, numa situação bastante similar à que aqui constatamos relativamente à LG.

A respeito da situação do Galaxy Ace, a Samsung afirmou que a bateria inserida no smartphone não era genuína, ao passo que a proprietária ainda hoje exige que a Samsung pague os estragos feitos pela explosão do equipamento.

Vamos esperar para ver o comportamento da LG relativamente a este caso, que com certeza ainda irá dar bastante que falar. 


4,685