NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Moçambique a triplicar

Moçambique a triplicar

quarta-feira, 24 julho, 2002 /
Moçambique a triplicar O telemóvel está-se a massificar, também, em Moçambique e tudo graças aos clientes com cartões recarregáveis. A empresa pública Telecomunicações de Moçambique (TDM) tem razões para estar satisfeita. O número de clientes activos nas comunicações móveis registou um aumento de 199 por cento em 2001 , fazendo as receitas desse mesmo ano subir para os 27,8 milhões de euros, mais 98 por cento que em 2000.

Apesar da mCel ser o único operador com licença naquele país da costa oriental de África, os números agora divulgados são sempre motivo de satisfação, dado o enquadramento em que este tipo de negócio (ligado às novas tecnologias) está inserido.

Na verdade, o grande causador deste boom nos telemóveis moçambicanos foi a massificação dos cartões pré-pagos (ou recarregáveis), que representavam no final de 2001 83 por cento do total de clientes existentes. Uma dependência assustadora de tão variável carteira de clientes, mas que, por outro lado, ajuda a impulsionar um mercado cujo sucesso está associado à sua massificação.

Recorde-se que a mCel, designação do operador móvel da TDM, também opera em sistema GSM, o mais vulgar e utilizado no continente europeu.
3,237
Tags
World