NOTA! Este site utiliza cookies e tecnologias similares.

Se não alterar as configurações do seu navegador, está a concordar com a sua utilização.

Compreendo
Motorola bem vestida

Motorola bem vestida

segunda-feira, 22 julho, 2002 /
A Motorola da vizinha Espanha decidiu vestir de forma elegante o modelo V66, com capas estilizadas. A Motorola aqui ao lado, que é como quem diz, em Espanha, decidiu dar largas à criatividade de alguns designers famosos. Se Moschino e Giorgio Armani já vestiram a Barbie, porque não colocar a dupla de estilistas Devota & Lomba a decorar o V66? Uma ideia de base pouco original mas que pode muito bem servir de ar fresco nos aparelhos da marca norte-americana.

Aliás, esta ideia até podia ser seguida pela sua congénere lusa que, em vez de colocar os habituais Augustus, Fátima Lopes e Cia. a pensarem num padrão para o telemóvel, podiam convidar Júlio Resende, Maluda, Cargaleiro ou Paula Rêgo para adornar os nossos telefones portáteis. Sem dúvida, artistas plásticos de incontornável valor e que só poderiam dar brilho até aos modelos menos atraentes.

A Motorola castelhana convidou, então, António Miró, Armand Basi, Devota &Lomba, Jesús del Pozo, Montesinos, Roberto Verino e Vittorio & Luchino para decorar a capa do V66. Cada um ao seu estilo, o que é certo é que o fabricante norte-americano de telemóveis conseguiu sete capas diferentes para o mesmo modelo, todas elas estilizadas. Por 300 euros (preço em Espanha) quem não vai querer ter um?
3,375